quinta-feira, 10 de março de 2011

Sejamos justos (pelo Dia das Mulheres)

Incrível como ser mulher virou sinônimo de ser melosa/romântica(como preferirem). Talvez a maioria das mulheres seja assim. Mas escolher ser mais racional e lógica não quer dizer ser menos feminina! Faz parte da personalidade de cada um. Tenho amigos que são muito, MUITO românticos, chega a grudar de tanto mel, isso significa que eles são mais femininos que eu?
Mulheres choram mais facilmente, e por isso são mais femininas? Erro. Meninos devem ser corajosos, fortes e não devem se assustar. Meninas devem expressar seus sentimentos, devem ser sensíveis. Como somos bobos.
Mulheres devem ser sensíveis? Eu discordo. Eu não preciso de nenhum príncipe para me defender, não preciso chorar antes de enfrentar meus problemas e eu não sou vítima. Ser sensível não é ser fraco e ser mulher não é ser sensível.


Mulheres devem se apaixonar mais facilmente? Mulheres são enganadas mais facilmente? O tempos estão mudando, o mundo está girando.
E não me venha falar que mulheres são mais verdadeiras. Quem pensa assim é muito doce, diria até meio bobo. Mulheres não são santificadas. Só porque elas foram tratadas com inferioridade e como o portal do pecado para o mundo por anos -se não até hoje-, não quer dizer que elas sejam santificadas. Sinto muito ter de informar isto.

Mulheres não são boazinhas, são humanas, a maioria.

Ser feminina? É querer ser tratada como princesa, é querer e gostar de ser carregada no colo, precisar é ter alguém para se proteger? É ter alguém para pensar por ela?
Estamos na era medieval?!
Ser feminina não significa ser feminista. Não significa ser superior. Não significa ser fraca.
As 'princesinhas' e 'rainhas' não são tão angelicais como vocês pensam.

O que significa ser mulher? Não descreva sua mãe, por favor.

3 comentários:

Joaquim Andrade disse...

Eu não sei o que significa ser mulher, nem como agradar uma, nem entender, nem compreender.

Demorei, mas aprendi que não consigo.

Por isso decidi simplesmente tratar pessoas como sendo universos únicos, com caracteristicas sigulares, independente do sexo, e buscar conhecer um pouco que seja e tentar não errar tanto ao lidar com elas.

Como assim? Sei lá.

Ju Colonna disse...

Concordo, não precisamos ser delicadas, carinhosas,querer um príncipe, usar rosa, não todo o tempo, mas podemos ser e querer tudo isso. Mas não é isso que nos torna mulher.
Mas também acho que devemos ser feministas, não o feminismo que as pessoas dizem ser feminismo, não à superioridade de nenhum sexo, mas o feminismo que busca a igualdade, pra que possamos ser ou não toda sensível e delicada, e que não sejamos julgadas por isso.

Gabriel Carin disse...

O que é ser mulher? Tal dúvida talvez simplesmente não possua respostas que vão além das leis biológicas. Portanto, cada vez mais, convenço-me que a definição de o que significa ser mulher é exatamente idêntica à definição de o que significa ser homem.

Todavia, caso padecer na insistência dessa dúvida milenar zunindo a cabeça, acredito que meu peito se entusiasmaria e confessaria cansado: "Ah, quer saber, para compreender o que é uma mulher, mirem-se na senhorita-escritora Laura Corrêa Saldanha da Gama!"

Refletindo bem, acho mais prudente não dizer isso não... Vai que o sujeito não esteja preparado para tamanha sinceridade e passe a crer que todas as mulheres do mundo são como ela! O ingênuo ficaria com a cuca fundida pensando que o sexo feminino é algo completamente divino e enfeitiçante, comportamento que o próprio texto ousou em criticar.

Postar um comentário